Campinas gerou 73 mil vagas no franchising em 2017

Dados apontam que a região é um berço de novos negócios, tendo um crescimento de 6,42% no número de novas franquias

 

Dados da consultoria especializada em franquias, Franchising Solutions, apontam a cidade de Campinas, no interior de São Paulo, como um berço de novos negócios. Atualmente, a região possui 114 franqueadores ativos. Esse número registra um crescimento de 6,42% em relação a 2017 que encerrou o ano com 107 marcas em operação. Os números são referentes as empresas que nasceram na região, testaram seus negócios e obtiveram sucesso para exportar suas unidades para outras cidades do Brasil. É o caso do Gua.Co, rede de restaurantes Tex-Mex (fusão entre a culinária americana do Texas e a mexicana) que faz parte da SMZTO holding de Franquias, responsável pela expansão de diversas marcas renomadas no país. Fundado por quatro amigos de Campinas, o Gua.Co conta hoje com duas unidades na cidade e está iniciando a sua expansão por meio do franchising.

De acordo com o especialista Pedro Almeida e fundador da Franchise Solutions, a cidade de Campinas também é uma importadora de marcas renomadas. “O município conta com 6.269 unidades franqueadas, o que representa um crescimento de 4,1% em relação ao ano anterior. Outro fator importante é o faturamento destas redes juntas, cerca de R$ 4,9 bilhões de reais em 2017, com previsão de crescimento para 2018 de 4,5%. Ainda segundo o especialista, o número de empregos gerados pelas franquias é alto. “Somente o mercado campineiro empregou cerca de 73.592 pessoas diretamente. Quem não tem experiência possui mais chances de encontrar a primeira oportunidade em unidades franqueadas, justamente pelo treinamento que as marcas oferecem aos novos funcionários”, afirma.

Conheça algumas redes que estão expandindo em Campinas e gerando novas oportunidades de empregos:

JAN-PRO

A JAN-PRO é uma rede de franquias americana, especializada na limpeza de ambientes corporativos. Presente em Campinas desde 2012 por meio de uma unidade master franqueada, a marca pretende crescer neste ano 20% em relação ao ano passado. Segundo Thiago Murad, de 37 anos, master franqueado da região, o faturamento de 2017 ficou na casa dos R$ 5 milhões. “Estamos inaugurando o novo escritório regional, que é 10 vezes maior do que o anterior, justamente por conta da demanda, que é cada vez mais crescente”, diz.  “Os nossos 29 franqueados em operação geram juntos 200 novos empregos diretos no regime CLT e mais 100 indiretos. É um nicho que não para de crescer na cidade de Campinas e região”, afirma.

Casa do Construtor

Pioneira em locação de equipamentos no Brasil, a rede Casa do Construtor, com 25 anos de mercado, possui duas unidades próprias em Campinas. Segundo Fábio Spina, diretor de operações, o plano de expansão a médio e longo prazo contempla a abertura de mais seis unidades, que junto com as duas que a marca já tem em operação serão responsáveis pela geração de aproximadamente 50 empregos diretos e indiretos. “Campinas é uma região empreendedora. A nossa expectativa é que o nosso nicho de mercado cresça cada vez mais na cidade, gerando novas oportunidades de investimento e, consequentemente, empregos”, diz.

Patroni

Rede de alimentação de massas, pizzas e carnes, com 210 unidades em operação espalhadas pelo país, tem a cidade de Campinas como um dos principais focos. Segundo Luiz Cury, diretor de franquias, a região é um importante mercado. “Atualmente temos uma unidade em Jundiaí e outra em implantação na cidade de Americana. O nosso plano de crescimento contempla a abertura de cinco unidades em Campinas e mais cinco nas cidades entorno”, diz. Ainda de acordo com Cury, as regiões alvo são Indaiatuba, Hortolândia, Santa Barbará D’ Oeste, Valinhos, Paulínia.

Emagrecentro

Há 32 anos no mercado de beleza, a rede de estética Emagrecentro, com mais de 110 franquias espalhadas no Brasil busca conquistar capilaridade nas cidades entorno de Campinas, com mais de 50 mil habitantes, como Valinhos, Vinhedo e Atibaia, por exemplo. A marca oferece modelos de negócio para investir a partir de R$ 59,5 mil.

IEV

Instituto de Especialização em Vendas, com 23 franquias em operação, a marca tem atualmente cinco unidades em operação na cidade campineira e região, com um plano de expansão que prevê a abertura de mais nove unidades. “Temos muito interesse em expandir em Campinas. Hoje a região como um todo  representa 38% do faturamento da rede” – diz o sócio fundador, Victor Vieira.

Sigbol Fashion

A meta da Sigbol Fashion para a grande Campinas é a abertura de 1 unidade por município, ou seja, 19 unidades, independentemente do modelo. Segundo Aluizio de Freitas, diretor da rede, Campinas tem mercado empreendedor para mais 2 unidades Smart. “O nosso plano de crescimento prevê a abertura de mais 20 unidades, o que impulsionará a geração de 100 novos empregos diretos”, diz.

Green Station

Com 40 unidades no País, a Green Station – primeira rede de franquias de salada por quilo do país – considera o interior paulista uma região potencial para expandir os negócios, principalmente em Campinas e região. Segundo Taiguara Moura, sócio fundador da rede, os a previsão é inaugurar 10 novas unidades.  “Essas novas lojas juntas irão gerar cerca de 60 novos empregos locais”, afirma.

Mapa da Mina

Com 24 franquias no país, a rede especializada em semijoia, Mapa da Mina, oferece modelos de negócio com investimento inicial a partir de R$ 30 mil e, busca expandir os negócios em Campinas, onde é uma praça importante para a marca, por ter muitos habitantes. A empresa prevê inaugurar três franquias na cidade e com isso gerar 15 empregos locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *